A luta dos(as) trabalhadores(as) derrotou mais uma vez a tentativa do governo de retirar direitos dos(as) servidores(as) públicos(as). O PLC 04/2019, que congelava a data-base e avanços na carreira por 20 anos, foi oficialmente retirado da Assembleia Legislativa do Paraná. O ofício do governo solicitando a devolução do texto foi lido na sessão de hoje (7).

O arquivamento do projeto foi uma das pautas da greve. O movimento iniciou no dia 25 de junho e foi suspenso no dia 13 de julho. Outras reivindicações da greve continuam em negociação. As lideranças sindicais seguem acompanhando o encaminhamento dos compromissos assumidos pelo governo com os(as) trabalhadores(as).

O presidente do SINTESPO destacou a ação do governo como uma vitória do movimento. “Desde o começo do ano nos colocamos frontalmente contra esse projeto. Além de retirar direitos dos servidores, a intenção era enfraquecer a luta dos trabalhadores. Juntamente como o Fórum das Entidades Sindicais nos mobilizamos e estivemos em Curitiba por várias vezes para protestar contra esse projeto e pela data base. É uma grande vitória para o funcionalismo público de todo o Paraná”, disse.

A primeira reunião do Fórum das Entidades Sindicais (FES) com o governo e deputados(as) aconteceu ontem (6). A previsão é de que o projeto de lei dispondo sobre o pagamento da data-base seja enviado para a Alep nos próximos dias.

Com informações da APP Sindicato.

Comentários

Conte nos que você achou!