O governador Ratinho Jr. pretende encerrar seu mandato sem conceder os reajustes da inflação aos salários dos servidores e servidoras públicas do Paraná. Segundo os cálculos do Fórum das Entidades Sindicais, a defasem em 2021 já chega a mais de 25%. Sem nenhuma sinalização de acordo para o pagamento do retroativo, o governador enviou projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2022 do governo do Paraná sem contemplar a data base.

O projeto deve ser votado em primeira discussão nesta terça-feira, 6, na Assembleia Legislativa. Como se não bastasse, o PLDO propõe um aumento das isenções fiscais, dos atuais 12 bilhões de reais para 17 bilhões de reais, recursos que beneficiam grandes empresários e setores do agronegócio. Na prática, o governo de Ratinho Júnior tira dos assalariados para doar aos ricos e super ricos.

Baseado numa projeção equivocada, Ratinho Júnior faz a superestimação da despesa e a subestimação da receita. Essa maquiagem dos dados serve para que o governador se ampare para recusar a negociar com servidoras e servidores, apesar de ter todas as condições de pagar o reajuste firmado em acordo, debater o saldo retroativo de defasagem salarial e pagar as promoções e progressões.

As emendas elaboradas pelo FES ao PLDO foram omitidas no relatório aprovado no último dia 30 de junho na Comissão de Orçamento da Alep. “Os sindicatos das universidades, que também são ligados ao FES enviaram emendas para o pagamento da data base e das promoções e progressões, mas os deputados da base aliada do governo simplesmente ignoraram nossos esforços”, destaca o presidente do SINTESPO, Plauto Coelho.

Se aprovado o projeto do jeito que está, Ratinho Jr. vai cumprir seu mandato descumprindo sua promessa de campanha de diálogo com o funcionalismo público.

O G1 publicou recentemente um levantamento de todas as promessas feitas pelo governador no plano de governo apresentado na campanha eleitoral. Das 35 promessas, Ratinho Jr. cumpriu totalmente apenas nove, outras oito cumpriu em parte e não cumpriu dezoito delas. Confira aqui.

Comentários

Conte nos que você achou!