O SINTESPO obteve mais uma vitória na ação judicial movida pelo Sindicato contra a UEPG para garantir os direitos dos agentes de segurança. Desta vez, os valores pleiteados como indenização aos trabalhadores foram homologados, restando apenas agora que se proceda o pagamento por parte da universidade.

CHAMADO

Para que isso aconteça, o SINTESPO está convocando todos os agentes de segurança que fazem parte da ação para comparecer à sede do sindicato, à Rua Teixeira Mendes, 1742, nas proximidades do Colégio Agrícola no Campus de Uvaranas da UEPG, a fim de assinar a documentação correspondente até o dia 24 de setembro.

Até lá, o expediente no sindicato será realizado de segundas a sextas-feira, das 9 horas às 13 horas.

PANDEMIA

Para a realização dos procedimentos burocráticos relativos à ação das “duas folgas” serão tomadas todas as medidas de prevenção à covid-19, como distanciamento social, uso de máscaras e de álcool em gel.

REPERCUSSÃO

A vitória do SINTESPO nessa ação gerou repercussão positiva entre os filiados, pois o processo se arrastou por 14 anos na Justiça. “Apesar de tanto tempo que se passou, nunca perdemos a esperança e agora os agentes terão seus direitos respeitados. Essa é a função do sindicato, zelar para que nenhuma administração ou governo retire dos trabalhadores o que está nas leis como direito adquirido”, disse o presidente do SINTESPO, Plauto Coelho.

Dentre os filiados, o agente de segurança, Airton Severino, destacou a dedicação da diretoria. “Parabenizo a diretoria do sindicato na pessoa do presidente e do assessor jurídico. Foram 14 anos de luta, mas enfim conquistamos essa vitória”, disse.

Francisco Cesar Bodnar, também agente de segurança, ressaltou o trabalho do SINTESPO. “O sindicato foi o responsável pela vitória nessa ação juntamente com os agentes. Principalmente nesse momento em que se está agilizando os pagametos”, afirmou.

Comentários

Conte nos que você achou!