A direção do SINTESPO esteve durante toda a terça-feira, 19, em Curitiba para pressionar os deputados a fazer o debate com os servidores sobre a proposta de reforma da previdência do Estado, enviada pelo governador Ratinho Júnior à Assembleia Legislativa nesta semana.

No início da tarde, o presidente do SINTESPO, Plauto Coelho, participou da sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), juntamente com os representantes do Fórum da Entidade Sindicais (FES). “Não conseguimos entender o porquê de tanta pressa do governo para aprovar a reforma da previdência. Segundo o próprio Ratinho, as finanças do governo estão em dia. Não vejo razão para penalizar ainda mais os funcionários públicos”, disse.

Depois da sessão da CCJ, o diretor também participou durante o restante da tarde de uma reunião do FES na sede da APP-SINDICATO. “Estamos estudando a PEC da previdência e elaborando a melhor maneira de confrontar o governo nessa questão. Já temos algumas indicações a fazer e vamos elaborar emendas à PEC. Além disso, esperamos sinceramente que o governo mude sua postura e abra um canal de diálogo com os servidores, cumprindo sua promessa de campanha”, afirma Plauto.

Comentários

Conte nos que você achou!