Filiados e diretores do Sindicato dos Técnicos e Professores da UEPG (SINTESPO) participam nesta terça-feira, 9, do grande ato em protesto contra o governo Ratinho Junior para cumprimento da data base, a reposição salarial dos servidores públicos do Poder Executivo Estadual, atrasada há mais de 42 meses. A caravana tem programação para sair de Ponta Grossa às 7 horas com destino à Capital.

A defasagem já chega ultrapassa os 17%, o que representa aproximadamente dois meses de salário perdidos por ano. “O governo ainda não apresentou uma proposta aceitável para o encerramento das mobilização, mas promete se reunir amanhã com representantes do Fórum das Entidades Sindicais para mais uma rodada de negociação”, disse o presidente do SINTESPO, Plauto Coelho.

O governador Rainho Junior chegou a enviar uma mensagem legislativa para os deputados estaduais, mas essa proposta foi recusada pelos servidores, pois oferecia apenas 0,5% de reposição para esse ano e o restante do índice de 5,09% parcelado nos próximos três anos.

“Enquanto o governo não apresentar uma proposta decente, os servidores seguem mobilizados”, disse o vice-presidente do SINTESPO, Roberto Rodrigues.

Comentários

Conte nos que você achou!