A diretoria do SINTESPO decidiu apoiar a Paralisação Nacional em Defesa da Educação nesta quarta-feira, 15. Juntamente com os integrantes do SINDUEPG, os membros do sindicato vão participar de uma série de atividades que marcam o protesto.

“Estamos convidando todos nossos diretores e filiados a participar do Dia de Paralisação Nacional em Defesa da Educação. O desmonte da Educação pública deve ter uma resposta firme de todos nós. Resistiremos contra o retrocesso”, disse o presidente do SINTESPO, Plauto Coelho.

A mobilização na UEPG vai contar com atos nas primeiras horas da manhã.

Às 7 horas, haverá piquetes com café solidário nos campi Central e de Uvaranas.

Às 10 horas, professores e técnicos farão uma concentração e haverá aula pública no Pátio do Campus Central.

Às 16 horas, o Calçadão da Coronel Cláudio recebe a Mostra Universidade e Ciência, momento em que vários projetos e pesquisas serão apresentados à população para mostrar a relevância da universidade.

Às 18 horas, novamente haverá piquete no Campus Central e no mesmo horário um grande ato da Frente Ampla Democrática acontece no Parque Ambiental.

Logo depois, às 19 horas, está programada mais uma aula Em Defesa da Educação Publica e de Qualidade, no Pátio do Campus Central.

Comentários

Conte nos que você achou!