O SINTESPO e o Núcleo Maria da Penha da Universidade Estadual de Ponta Grossa (NUMAPE/UEPG) estão promovendo o Ciclo de Palestras sobre Relações Familiares na sede do sindicato. Na última quarta-feira, 8, as atividades iniciaram com a equipe do Numape tratando de temáticas sobre os direitos das mulheres.

No próximo dia 15, também uma quarta-feira, a partir das 14 horas, o Numape, em parceria com a equipe do Núcleo de Estudos da Defesa dos Direitos da Infância e Juventude (NEDDIJ) e o Núcleo de Assistência Social, Jurídica e de Estudos sobre a Pessoa Idosa (NASJEPI), vai abordar temas que envolvem relações familiares, destacando como identificar e proceder com situações de violência.

A atividade é aberta a toda a população e as inscrições são gratuitas. Quem tiver interesse basta entrar em contato com o SINTESPO através do telefone 3226-2711 ou comparecer à sede do sindicato que fica localizada à rua Teixeira Mendes, nº 1742, nas proximidades do Colégio Agrícola/Campus Uvaranas UEPG durante o horário de expediente ou mesmo no momento da palestra.

Alunos, proofessores e todas as pessoas que participam recebem certificação. Para a coordenadora do NUMAPE, Maria Cristina Rauch Baranoski, professora da UEPG ligada ao Departamento de Direito Processual, as mulheres precisam conhecer mais sobre o assunto. “O Numape é um projeto de extensão da Universidade. A intenção é levar conhecimento às pessoas sobre os vários tipos de violência sofridos pelas mulheres, muito além apenas da violência física. A Lei Maria da Penha tipifica ainda outros quatro tipos, a violência psicológica, patrimonial, moral e sexual. Em nossas pesquisas, percebemos que a violência psicológica vem antes de todas as outras. É nesse momento que a mulher é reduzida como ser humano; essa é a pior violência porque é partir daí que as outras se instauram”, disse.

Sobre a parceria com o SINTESPO, a professora destaca que “Esses novos canais de acesso são extremamente importantes. O Sintespo é um local de grande abrangência e de contato direto com as nossas colegas servidoras e professoras da UEPG. Essa parceria é super importante”, destacou Maria Cristina.

O presidente do SINTESPO, Plauto Coelho, reiterou apoio ao Numape. “Estamos com as portas abertas a todo os projetos de extensão que necessitem de nosso apoio. Queremos um sindicato aberto e participativo não apenas na vida da comunidade acadêmica, mas de toda população de Ponta Grossa”, disse.

Participaram da atividade também as professoras e pesquisadoras do Numape, Susana Maria Bartmyer, Gabriel Biscaia Carneiro da Silva, Angela Rabe Benvenutti, Viviane Luísa Berger Silva, Ágatha Tullio e Sandy Dainelli.

FILIE-SE AO SINTESPO

O Sindicato também está em campanha de filiação. No momento em que governos querem diminuir o papel das instituições de ensino, prejudicando servidores e cortando recursos da Educação, é importante que todos se unam para resistir aos retrocessos.

Para filiar-se basta entrar em contato pelo telefone do SINTESPO 3226-2711 ou comparecer à sede do sindicato que fica localizada à rua Teixeira Mendes, nº 1742, nas proximidades do Colégio Agrícola/Campus Uvaranas UEPG.

CONFIRA ALGUNS REGISTROS DA PRIMEIRA PALESTRA

 

 

Comentários

Conte nos que você achou!