O Curso Básico de Formação em Economia Solidária, promovido pelo Sindicato dos Técnicos e Professores da UEPG (Sintespo) e a Incubadora de Empreendimentos Solidários (Iesol), programa de extensão da Universidade, iniciou na última quarta-feira, 14, e teve boa adesão entre os servidores.

“Toda a diretoria do Sintespo está se
empenhando muito para levar a todos os funcionários da UEPG
alternativas para ascensão na carreira, cuidados com a saúde e
promoção de atividades de lazer, além, claro, da função
principal do sindicato que é defender os direitos dos trabalhadores.
A nova direção assumiu a pouco mais de 100 dias, mas todos estão
trabalhando unidos e no ano que vem teremos muito mais cursos e
outras atividades para ao servidores”, disse o presidente do
Sintespo, Plauto Coelho.

Para a assistente social e técnica em Economia
Solidária da Iesol, Mariana Barbosa, o resultado do primeiro dia de
curso foi positivo. “Foi bom mostrar aos servidores da UEPG o
trabalho que desenvolvemos. Com o curso, eles poderão se utilizar
das propostas da Economia Solidária e participar juntamente com a
gente das feiras que são promovidas. Além disso, eles serão
reprodutores dessa lógica para outros funcionários”, disse.

“Temos a Iesol desde 2005, mas ainda muita gente
não conhece. Mais importante é que as pesssoas que entram em
contato gostam do trabalho e isso é positivo. Economia Solidária
não é um tema muito fácil, mas todos entenderam bem a lógica da
proposta de trabalhar na coletividade deixando de lado o
individualismo”, ressaltou a técnica da Iesol, Livia Maria Cunha.

O vice-presidente do Sintespo, Roberto Rodrigues,
falou para os servidores no final do primeiro dia do curso e
salientou a importância da união entre os trabalhadores. “A nova
diretoria do Sintespo quer promover muitos outros cursos no ano que
vem. A cada dia se torna essencial que nós estejamos unidos para
melhorar o Sindicato. Por isso, fazemos um convite a todos os
servidores para que se filiem, aproveitem a gratuidade dos cursos e
atividades que vamos promover e fortaleçam o Sintespo, pois o
sindicato é de todos”, disse.

Comentários

Conte nos que você achou!